João Paulo de Vasconcelos

Blogueiro conta como viaja o mundo há 12 anos

Anúncios

Muita gente sonha em viajar o mundo, mas reclama de não ter dinheiro, tempo o suficiente, que o próprio trabalho não deixa  pessoa se afastar por tanto tempo e que essa não é uma vida se levar. Mas ultimamente aparecem muitas notícias de pessoas que largaram tudo pra viajar o mundo, tem sites como o Nômades Digitais que focam especialmente em jeitos de ganhar dinheiro em qualquer lugar e milhares de contas no Instagram com fotos de lugres que fazem qualquer um invejar essa vida.

O que muita gente tem medo é de não conseguir, de não ter dinheiro o suficiente pra sair pro mundo, e de não saber como começar. Os inúmeros leitores do blog americano Wandering Earl se fazem todas essas perguntas a cada novo post do blogueiro que agora resolveu tirar as dúvidas de quem quer largar tudo, contando um pouco da sua história:

Estou confuso.

Estou confuso por até agora não ter conseguido explicar direito como eu consegui viajar/viver/trabalhar pelo mundo direto nos últimos 12 anos (e continuo).

As perguntas ainda aparecem todos os dias: Como você faz isso? Como é possível viajar por tanto tempo? De onde vem todo o dinheiro?

Mesmo que eu realmente goste de me comunicar com meus leitores (eu estou falando sério e quero que vocês continuem me mandando e-mails sempre que quiserem), o fato de todas essas perguntas estarem nas cabeças de tantos de vocês por aí me fazem acreditar que eu tenho que fazer um trabalho melhor em respondê-las. 

É verdade que eu já escrevi diversos posts a respeito desse assunto, mas claramente todos eles mesmo quando colocados juntos ainda não conseguem provar que uma vida de viagens não é uma idéia louca, mas sim um jeito completamente racional e alcançável de se viver a vida.

Eu até dei indicações de outros viajantes que estão por aí vivendo uma vida nômade, mas aparentemente isso não foi o suficiente também.

Então o que eu devo fazer?

Como eu posso provar, de uma vez por todas, que você não precisa de $500.000 ou até $50.000 na sua conta, que se você conseguir juntar uns $500 pouca coisa vai conseguir parar você de virar um nômade de verdade. Sem brincadeira, afinal isso é exatamente o que eu mesmo fiz. Tá bom vai, eu saí de casa com uns $1.500 comigo, mas isso também não chega a ser uma fortuna.

Eu não vou desistir de explicar, então aqui vai mais uma tentativa de mostrar como eu consegui uma vida de viagens constantes.

O que vem a seguir é um breve resumo dos últimos 12 anos da minha vida. É meio que uma linha do tempo que mostra onde eu estive, o que eu fazia, e de onde o meu dinheiro veio em todo esse tempo. No fim das contas isso só mostra como um ser humano normal conseguiu bancar 4.195 dias de viagem seguidos vivendo por aí.

Linha do tempo:

25 de Dezembro, 1999:

Março, 2000:

Outubro, 2000:

Janeiro, 2001:

Fevereiro, 2002

O texto na integra em inglês está disponível aqui.

Anúncios