Geyser del Tatio - João Paulo de Vasconcelos

Uma manhã fria no Geyser del Tatio, Chile

– Vocês vão ter que sair daqui por volta das 4 horas da manhã. É bom levar um casaco, faz bastante frio por lá. – Disse a guia em um posto de turismo de San Pedro de Atacama.

– Ok, mas quanto frio? – Perguntei tentando entender o aviso, já que estávamos no meio do verão da América do Sul e eu não conseguia usar nada além de bermudas e camisetas já fazia mais de um mês.
– Olha depende do dia, normalmente esse horário fica por volta de -5 e 0 graus, mas já tivemos dias de verão com temperaturas abaixo de -10.

O último comentário foi um pouco assustador e inesperado, não tínhamos levado tantas roupas de frio assim, e especialmente nenhuma que aguentasse um frio de -10 graus numa boa. E como assim fazia tanto frio no meio do verão em um lugar tão perto de onde eu estava? Foi nessa viagem que aprendemos na pele o que é altitude de verdade.

Próximo ao deserto do Atacama, no Chile, o Geyser del Tatio fica a cerca de 4.300 metros acima do nível do mar, ainda mais alto que o Machu Picchu. O campo de géiseres é formado pelo vapor da água que é expelido na região vulcânica que também dá lugar a piscinas de águas termais. Mesmo eu não entendendo quem realmente tem coragem de tirar a roupa para mergulhar numa água quentinha, para depois encontrar um frio de temperaturas negativas até que a roupa consiga esquentar outra vez, muitas pessoas aproveitam o lugar para relaxar um pouco na desolada piscina.

João Paulo de Vasconcelos Atacama
Um dos poucos lugares no deserto do Atacama onde se vê água no chão, o Geyser del Tatio fica a uma altitude maior que 4200 metros, dando o primeiro gosto do Inverno Altiplânico a seus Visitantes

O frio que parece absoluto devido ao choque térmico do verão com o Inverno Altiplânico (também chamado de inverno andino, época mais chuvosa que faz com que o frio sobreviva nas maiores altitudes mesmo durante o verão) vai aos poucos passando à medida que o sol vai subindo e iluminando a vegetação ao redor do campo, deixando o cenário que antes era incrível somente pelas inúmeras fontes de vapor saindo do chão interessante também pelas suas diversas cores que aparecem modestamente.

Geyser del Tatio

Quem ainda não está acostumado à altitude e resolveu subir a mais de 4 mil metros de uma vez pode sofrer alguns efeitos colaterais, como tontura, enjôo, dores de cabeça, e falta de ar. Os guias da região sempre alertam sobre esses sintomas, e pedem para que as pessoas não resolvam tentar se aquecer correndo de um lado pro outro, pulando, ou até para que tomem cuidado quando se levantarem depois de sentar. Mas todos esses problemas podem ser amenizados tomando um pouquinho de chá de Coca, famoso entre todo o povo andino e visto nesse dia nas canecas que tremiam de frio nas mãos das pessoas que tinham saído das águas termais e tentavam se esquentar.

Para ver mais fotos do Chile ou do Géiser, é só entrar no meu Flickr ou no meu site.

Anúncios

8 comentários sobre “Uma manhã fria no Geyser del Tatio, Chile

  1. Que blog incrível! Fico honrada de ter seu comentário no meu simples blog… Fotos maravilhosas, lugares encantadores, espero um dia encontrar uma paisagem tão linda quando a de uma única sessão das suas maravilhas! Beijokas 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Não sei se gosto mais das fotos ou dos relatos. Na verdade amo o conjunto dos dois, conseguem me transportar pro lugar, seu blog está incrível! Atacama está na nossa lista para viagens pós formaturas! E a playlist para esse post? Não sei pq mas me deu vontade de ouvir The Strokes! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah valeu! Que bom que você tá gostando! =) O post de amanhã também é mais um pouco sobre lá, recomendo muito! Na verdade todo esse pedaço é incrível. E a playlist foi feita especialmente para essa viagem e estava cheia de Of Monsters and Men e Mumford and Sons. Hahaha Strokes é uma boa idéia sempre! =)

      Curtido por 1 pessoa

O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s