João Paulo de Vasconcelos Fotografia

Subindo escadas em Machu Picchu

Com um olhar cansado e o cabelo suado apesar do vento frio da montanha, Oscar observava o movimento dos milhares de turistas entre as ruínas de Machu Picchu com uma certa desaprovação.

– Não olha com cara feia, a gente também faz parte desse pessoal. – Eu digo rindo.

– Não! Eles são turistas, a gente não é! A gente subiu essa montanha toda e desceu de volta! A gente conquistou alguma coisa.

Machu Picchu

Sim, diferente da maior parte dos turistas que circulavam Machu Picchu nós não tínhamos subido de ônibus desde Águas Calientes, nós fizemos uma trilha de duas horas subindo escadas antes das 7 da manhã pra chegar lá. Mas isso não bastava, também quisemos subir a montanha, queríamos ver a vista de cima, tínhamos nos registrado no Ministério da Cultura um dia antes para que isso fosse possível. Conseguimos chegar ao topo, foram outras duas horas de escadas infinitas subindo que nos deram o gosto de toda a saga do santuário dos Cavaleiros do Zodíaco. E a vista era magnífica. Mas não era só a vista que importava, pois além de termos ficado sentados por cerca de uma hora esperando a neblina sair da nossa frente, olhar para a cidade perdida lá de cima com todas aquelas pessoas andando de um lado para o outro lá embaixo nos deu uma sensação de que aquele lugar era realmente fantástico, sentíamos que tínhamos feito um grande esforço para estar lá em cima e que aquilo era a recompensa em si.

João Paulo de Vasconcelos Fotografia
Depois de quase uma hora esperando (e descansando) no topo da montanha, a neblina começa a abrir espaço para a vista que faz tudo valer a pena.

 

Lá em cima percebemos que aquele era um lugar que nunca íamos esquecer. Tivemos a certeza absoluta depois da descida, pois não conseguimos mais andar por dias, quando cada passo que dávamos nos lembrava da montanha e das ruínas. Um tipo de lavagem cerebral física que só Machu Picchu proporciona, e que sequer seria necessária.

Veja mais fotos do Peru no meu site: www.jpdevasconcelos.com
Anúncios

7 comentários sobre “Subindo escadas em Machu Picchu

  1. “duas horas de escadas infinitas subindo que nos deram o gosto de toda a saga do santuário dos Cavaleiros do Zodíaco” hahahaha
    Nem consigo imaginar a sensação sublime ao chegar… uau…
    Como sempre suas postagens me deixando encantada! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Hahahaha foi uma das coisas que eu senti quando estava lá, até tentei explicar pra um companheiro nosso que conhecemos na viagem mas de onde ele veio nem tinha ouvido falar na história do desenho. É uma sensação realmente fantástica visitar Machu Picchu, espero que tenha te deixado com uma boa vontade de ir pra lá! Haha

      Curtir

  2. Bom artigo, excelentes fotos. A eterna questão do “turismo”. Mesmo que sejamos todos turistas efectivamente uns são (muito) diferentes de outros. O turismo de “massas” pura e simplesmente devia acabar ou pelo menos ser limitado. Poucos monumentos e espaços naturais são capazes de lidar com autocarros (ônibus) apinhados de gente que muitas vezes nem tem grande noção das consequências dos seus actos. Felizmente cada vez mais gente opta pelo turismo independente e com alguma consciência ecológica e de conservação.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sim, em muitos lugares como no próprio Machu Picchu existem milhares de pessoas que não fazem idéia do mal que podem fazer às estruturas e à própria natureza dos arredores. Na própria montanha que subimos, como também em Huayna Picchu, você tem que pegar a autorização antes para subir, pois o número de pessoas diariamente é limitado a cerca de 200 pessoas.

      Curtir

O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s